O sistema de classificação da ESFI é uma jogada bem-vinda, mas abundam as questões sobre a metodologia

As classificações divulgadas pelo ESFI apresentam muitos problemas e, porquê tal, é necessário reavaliar a metodologia utilizada para os instituir. O veste de equipes conhecidas de eSports não constarem do ranking é motivo de preocupação, pois não é um bom presságio para a credibilidade da organização ou do setor.

A Esports Federation of India (ESFI) divulgou recentemente um transmitido declarando que apresentará uma classificação pátrio para os eSports na Índia.

A ESFI é uma organização sem fins lucrativos e membro pleno da International Esports Federation (IESF), Global Esports Federation (GEF) e Asian Esports Federation (AESF). A organização pretende promover, incentivar, organizar, educar, treinar e controlar os eSports na Índia.

Esta enunciação foi feita através de um transmitido de prelo, as equipas mais muito avaliadas para Call of Duty Mobile (Battle Royale), FreeFire e Valorant também foram revelados no mesmo transmitido de prelo. Team Resilience, Checkmate e Adbhut Esports são as equipes que alcançaram as primeiras posições nessas classificações. As equipes foram julgadas por seu desempenho em mais de 60 jogos para COD: Mobile (Call of Duty: Mobile), 665 jogos de Garena Free Fire e 26 jogos de Valorant.

Em seguida os Jogos Asiáticos de 2022 terem anunciado que os eSports seriam um evento de medalha, há uma urgência crescente de encontrar os melhores profissionais dos eSports para simbolizar o país.

Olhando para trás, alguns meses detrás, havia objeções a permitir que entidades privadas controlassem os eSports globais. Uma vez que no caso do GEF (Global Esports Federation), o COI (Comitê Olímpico Internacional) alertou todos os jogos de verão e inverno sobre a adesão. O IOC declarou que não tinha nenhuma intenção de reconhecer o GEF porquê um órgão global para eSports. Sempre há dúvidas sobre a manancial de financiamento para essas organizações e porquê isso pode influenciá-las na tomada de decisões em prol de determinados desenvolvedores de jogos ou segmentos da indústria. O GEF é amplamente bem pela Tencent e, porquê tal, levanta dúvidas sobre sua capacidade de permanecer neutro.

No recente transmitido de prelo da ESFI, há algumas bandeiras vermelhas. Se não for tratada rapidamente, a classificação dificilmente será reconhecida em competições internacionais. As questões vão desde o veste de que os rankings divulgados até hoje incluem exclusivamente três eSports, dos quais dois são baseados na plataforma traste. A segunda questão é porquê as classificações foram divulgadas com base em um pequeno número de jogos privados em vez de partidas oficiais. A questão final, e possivelmente a maior, é o veste de que todas as três equipes que foram coroadas porquê as melhores são novas equipes com novos jogadores sem experiência em torneios.

A primeira edição de eSports limitados com sua classificação divulgada é abordada no próprio transmitido de prelo. A ESFI pretende publicar classificações para mais eSports, porquê PES (Pro Evolution Soccer), DOTA 2, FIFA, Clash Royale, COC (Clash of Clans) e Brawl Stars.

A questão de porquê as classificações são feitas em jogos não oficiais em vez de levar em consideração os resultados obtidos em torneios é muito mais séria. As implicações disso incluem o veste de que as classificações declaradas podem não ser indicativas do padrão real de jogo das equipes indianas e pode possuir outros fatores em jogo que influenciam os resultados.

A terceira questão é a maior das três, pois os jogadores e times declarados porquê os melhores times da Índia não foram testados. O veste de os nomes de várias seleções indianas famosas, com histórico comprovado em competições nacionais e internacionais não constarem no ranking, torna a coisa mais suspeita. Algumas dessas equipes conhecidas que estão faltando nas classificações incluem times porquê Team Mayhem (COD: Mobile), Totalidade Gaming (Garena Free Fire), Critical X esports, Team Mahi (Valorant), Global Esports (Valorant) ou Noble Esports (Valorant).

O Team Mayhem foi um dos times que se qualificou para o COD Mobile World Championship 2020. Totalidade Gaming é o vencedor do Free Fire India Championship 2020 (FFIC) organizado por Garena. Critical X Esports foi o vice-campeão na mesma prova. O Team Mahi é um dos melhores times do Valorant, formado por jogadores indianos. Global Esports e Noble Esports, junto com a equipe Mahi, são algumas das equipes mais conhecidas da Índia no Valorant profissional.

As classificações divulgadas pelo ESFI apresentam muitos problemas e, porquê tal, é necessário reavaliar a metodologia utilizada para os instituir. O veste de equipes conhecidas de eSports não constarem do ranking é motivo de preocupação, pois não é um bom presságio para a credibilidade da organização ou do setor.

Encontre os mais recentes e futuros gadgets de tecnologia online em Tech2 Gadgets. Receba notícias de tecnologia, análises e classificações de gadgets. Gadgets populares, incluindo especificações de laptop, tablet e celular, recursos, preços e confrontação.

Deixe um comentário