eSports na Índia: os esportes é a novidade tendência na redondel indiana

Bengaluru: Inspirado pelo rápido ritmo de prolongamento do setor de esportes eletrônicos da Índia, Animesh Agarwal, um profissional de esportes eletrônicos, decidiu deixar de somente jogar para se tornar um empresário. O jovem de 25 anos, que lançou uma escritório de talentos para jogos recentemente, agora divide seu tempo entre sua escritório de talentos para jogos e participando de torneios de esportes eletrônicos somente para convidados em todo o mundo.

Esports, que assumem a forma de competições organizadas de console para vários jogadores, mormente entre jogadores profissionais que estão jogando individualmente ou em equipes, é transmitido ao vivo para o público interessado, porquê eventos esportivos esportivos.

“A Covid-19 realmente ajudou muito a indústria de jogos porque a única forma de lazer além das plataformas OTT era jogar. Vimos um grande aumento de pessoas nos seguindo no YouTube, Instagram, Loco ”, disse Agarwal. “Uma vez que estamos muito otimistas sobre porquê 2021 seria para os jogos, estamos investindo pesado em nossa empresa”.

A subida de Agarwal de jogador profissional a empresário nos últimos três anos aponta para a crescente proeminência dos esportes eletrônicos na Índia, onde a audiência dobrou para 17 milhões em 2020. Ao mesmo tempo, a premiação para esportes eletrônicos cresceu tapume de 25-30%, de conformidade com as estimativas da indústria.

O ecossistema consiste em jogadores, organizadores de torneios, plataformas de streaming e patrocinadores de marcas – muito parecido com críquete e basquete. Ao contrário dos eventos esportivos tradicionais, esses torneios também podem ser disputados online com árbitros.

A consultoria KPMG estima que o público dos torneios excederá 130 milhões até 2025. Recentemente, o Recomendação Olímpico da Ásia (OCA) incluiu os torneios porquê um esporte de medalha pela primeira vez nos Jogos Asiáticos de 2022.

India Angle

Empresas de jogos globais, porquê Activision, Garena e Supercell, que publicam Call of Duty, Free Fire e Clash of Clans, estão se alinhando para investir no ecossistema de torneios da Índia depois que os campos de guerra da PlayerUnknown (PUBG) tiveram que trespassar no ano pretérito devido ao Repressão do governo indiano aos aplicativos chineses ou associados à China.

Marcas de consumo e eletrônicas estão aumentando os orçamentos para patrocinar esses torneios, disseram executivos da indústria que estimam que o maior prêmio na Índia foi de Rs1.5 crore e o menor foi de Rs 1.000.

“Estamos no supremo alguns anos atrasados ​​(nos Estados Unidos e na China)”, disse Anirudh Pandita, fundador da Pocket Aces, dona da plataforma de streaming de jogos Loco. “A PUBG realmente configurou o mercado. Agora, outras editoras viram isso e é por isso que você vê empresas porquê a Activision investindo. Eles estão olhando para o mercado e dizendo que há um potencial real cá. ”

A Activision não respondeu às perguntas enviadas por e-mail pelo The Economic Times.

“No rescaldo da pandemia, esports e streaming móveis testemunharam um aumento significativo na base de usuários à medida que as pessoas tinham mais tempo disponível. Para atender a esse público, plataformas de vários jogos, jogadores de streaming e telcos começaram a investir em esports torneios para tomar ou envolver seus usuários “, disse Girish Menon, parceiro e gerente de mídia e entretenimento da KPMG na Índia.

A Índia viu marcas – incluindo Mountain Dew, Poco, Qualcomm, Logitech, Airtel, Dell, Acer, Coca-Cola e Oppo – patrocinando torneios e equipes de esportes nos últimos dois anos.

O aumento do interesse mercantil está estimulando um maior interesse pelos esportes eletrônicos porquê uma opção de curso viável, de conformidade com executivos do setor. Sidharth Kedia, CEO do grupo da empresa de esports Nodwin Gaming, disse que, apesar do galanteio nos orçamentos de publicidade em 2020, a imposto percentual para esports aumentou.

Várias empresas que fazem secção do crescente ecossistema de esportes eletrônicos na Índia abordaram o governo recentemente em procura de uma categorização esportiva para o setor e para separá-la dos jogos online casuais e com quantia real.

“Esports é o único esporte que pode superar o críquete facilmente. Precisamos do esteio do governo para reconhecê-lo porquê um esporte e não misturá-lo com jogos de má sorte online ”, disse Lokesh Suji, diretor da Esports Federation of India, que estima que haja 200 milhões de entusiastas do esporte no país. “O maior favor da categorização esportiva será obter a aprovação dos pais. Nossos atletas têm uma vida útil curta e pico na idade de 15-19. ”

Ressaltando o crescente interesse nesta categoria, Winzo, uma plataforma de jogos de quantia real, está organizando torneios online para esportes porquê Free Fire e Call of Duty. A plataforma, que considera os torneios de esportes porquê uma manancial de geração de teor, também transmite esses eventos no YouTube.

“Os jogadores do Esport têm sessões de duração mais longas e um envolvimento mais profundo (em conferência com jogos de cartas casuais ou com quantia real)”, disse Saumya Singh Rathore, cofundadora da WinZO, que estima que dos 60 minutos gastos na plataforma por um jogador traste um terço ou tapume de 20 minutos é gastos consumindo teor.

“Esports é o próximo grande sucesso e a Índia está se aquecendo para isso gradualmente”, disse Rathore.

Plataformas de jogos com quantia real, porquê Winzo e MPL, também categorizam jogos online casuais porquê xadrez, carrom e sinuca porquê esportes eletrônicos – uma prática exclusiva do setor de torneios da Índia – e também hospedam torneios online para esses jogos eletrônicos.

Sai Srinivas, cofundador e CEO da Mobile Premier League (MPL), estima que “nos próximos 5-6 anos, um número incrível de atletas digitais emergirá da Índia e ganhará medalhas”. A empresa realizou um totalidade de 432 torneios de xadrez de velocidade, carrom e sinuca no ano pretérito. “À medida que os dados se tornam mais baratos e os dispositivos se tornam mais acessíveis, a melhor maneira de habilitar esportes físicos é por meio dos esportes digitais”, disse ele.

Deixe um comentário